A cada final de jornada, ficam ensinamentos que precisam ser entendidos e aplicados para a próxima temporada.

Foi um ano difícil onde algumas mudanças no elenco foram traumáticas, outras foram necessárias, outras deram muito certo e outras nem tanto. Faz parte da montagem de um grupo para disputar uma competição tão longa. Alguns aspectos precisam ser abordados, discutidos e acertados para o ano. A troca do comando no meio da competição, as sérias contusões de alguns atletas, a falta de comprometimento em vários momentos na competição e as inúmeras reclamações dentro de campo. Claro que um dos jogadores e participantes da equipe, tem sua opinião a respeito, deixo a minha no intuito de ajudar o clube e o grupo no campeonato seguinte.

Outro fator importante são as vitórias. Contra adversários de menor prestígio muitos jogadores não comparecem e as vitórias nos escaparam pelos dedos. Esses altos e baixos deixam uma grande dúvida na cabeça de todos. E sabemos que precisamos estar fortes em todos os sentidos para conquistar um campeonato tão longo e competitivo. Equipes bem montadas e com muitos jogadores de elevado nível técnico, são adversários difíceis de serem batidos. Sabemos que podemos vencer a todos, mas é necessária muita humildade, disciplina e seriedade o ano todo.

Valeu as batalhas históricas disputadas e conquistadas ao longo desse ano. A imagem, o momento inesquecível que vou guardar dessa competição, será o vestiário de uma importante partida, onde os rostos cheios de lama deixavam explodir uma luz linda vinda dos olhos felizes e vitoriosos de nossos atletas. Senti ali o espírito de verdadeiros guerreiros surgir outra vez em nossa equipe. Não podemos deixar esse sentimento ficar guardado em nossos peitos por discordar do treinador ou do companheiro. Trancado no peito por causa de atletas que não tem o comprometimento necessário para alcançar conquistas maiores. Não é justo!

Guerreiros, tentaremos estar juntos e unidos, escolhendo novos e também antigos parceiros, fortalecendo cada vez mais o sentimento conquistado para que nosso objetivo seja sim atingido. No Brasil gostamos de conquistas rápidas e deixamos todo o árduo trabalho que às vezes levam anos de lado. Lembre-se de antigas colocações na tabela. Vejam o respeito adquirido hoje. E vamos pensar no futuro já. Planejar e executar para colher resultados. Obrigado a torcida e colaboradores pelo apoio.

Valeu galera do Operário Pilarzinho, abraços!

Gerson Dall’Stella

 

Ficha Técnica do Jogo

 

SEMIFINAL – Jogo da Volta

Campeonato de Cinquentinhas – Série A – 2014

Sábado – 29/11/2014 – 10h – Estádio Moacir Tomelin – S.J. dos Pinhais – Pr

Botafogo (SJP) 1 x 0 Operário Pilarzinho

Veja imagens do jogo: