O prefeito Beto Richa lançou nesta terça-feira (26) o programa Educação pelo Esporte, que vai oferecer atividades esportivas para alunos da rede municipal de ensino. Serão dadas aulas de futebol, que acontecerão em campos dos clubes amadores de Curitiba. “O Educação pelo Esporte envolve escolas municipais, professores da Secretaria de Esporte e Lazer e clubes amadores de Curitiba que juntos oferecerão atividades esportivas aos alunos, afastando-os da criminalidade e das drogas”, afirmou Beto Richa, no lançamento na Escola Herley Mehl, no Pilarzinho. “O programa também contribui para o cumprimento de uma das metas do Contrato de Gestão da ampliação do contraturno escolar.”

Inicialmente, o programa funcionará em cinco campos de futebol de Curitiba. Mas a meta é que sejam usados todos os 40 campos de futebol amador da cidade. “O projeto começa oferecendo aulas de futebol, mas, em breve, serão criadas turmas de vôlei e outras atividades esportivas e de lazer”, afirmou o secretário municipal do Esporte e Lazer, Rudimar Fedrigo. A presidente da Fundação de Ação Social, Fernanda Richa, e o secretário de Governo, Rui Hara, participaram do lançamento.

“A atividade esportiva também é um estímulo para os estudantes, que ganham mais motivação para os estudos”, disse a secretária municipal de Educação, Eleonora Bonato Fruet.

As primeiras escolas municipais a aderirem o programa são: Escola Municipal Enéas Eugênio Pereira Farias, Escola Municipal Duílio Calderari, Escola Municipal Herley Mehl, Escola Municipal Elevir Dionísio e Escola Municipal Anita Gaertner. Perto de cada uma das escolas, haverá um campo de futebol de clubes amadores. Nesta primeira etapa estão participando os clubes: Vila Fani Futebol Clube, Fortaleza Futebol Clube, Santíssima Trindade Futebol Clube, Operário Pilarzinho Esporte Clube e União Ahú.

Esta parceria entre Prefeitura e clube amadores é elogiada pela Federação Paranaense de Futebol. “Os clubes amadores que sempre tiveram o apoio da Prefeitura, agora tem a oportunidade de dar a contrapartida para a sociedade”, afirmou o presidente da Federação de Futebol, Helio Cury. O vereador Paulo Frote também participou do lançamento.

O presidente do Operário Pilarzinho, José Roberto Souza dos Santos, considera que a parceria também resultará em mais público para as partidas do futebol amador. “Quando a gente abre para as crianças carentes a oportunidade de treinar em um campo oficial, estamos abrindo também as portas para que a família participe das atividades dos times nos bairros”, afirmou José Roberto, o Betinho.

As aulas serão dadas no contraturno escolar. Professores da Secretaria Municipal do Esporte e Lazer ficarão encarregados das atividades esportivas e de lazer. Em média cada aula terá 2 horas. O secretário do Esporte, Rudimar Fedrigo, explicou que para participar os alunos precisarão ter bom desempenho escolar.

O aluno Luiz Fernando Dembinski, 10 anos, está animado com as aulas de futebol. “Nunca participei de uma escolinha de futebol. Estudo de tarde e de manhã fico em casa, vendo televisão. Agora vou poder jogar futebol num campo oficial. É muito legal”, afirmou