O Operário Pilarzinho fez história na tarde do último sábado (29) jogando no Butiatuvinha. Após vencer o jogo de ida da semifinal no Bôrtolo Gava, o Tricolor conquistou o empate precioso que lhe valeu a vaga para a inédita final.

Para chegar a tal feito a tarefa não foi nada fácil. O Iguaçu atuando em seus domínios pressionou em boa parte do jogo, apesar da ansiedade e nervosismo que imperava no comportamento de seus atletas.

O Operário inteligentemente se aproveitou da situação e gastou o tempo o quanto pôde. Além disso, impôs uma forte marcação nas principais peças iguaçuanas o que dificultou em muito as ações do time da casa.

O gol de abertura do marcador somente saiu aos 33 minutos da 2ª etapa. Em uma jogada individual de Marcelo Moscatelli, o meia atacante acertou um belo chute no ângulo esquerdo do arqueiro Jura.

Logo após o gol a partida foi paralisada, devido a uma confusão envolvendo torcedores do visitante e o banco de reservas do Iguaçu. A polícia foi chamada e após 36 minutos com reforço no efetivo, o jogo foi reiniciado.

A parada fez mal ao Iguaçu, tanto que seis minutos após o reinicio o Pilarzinho chegou ao empate. Bitoca cobrou da falta da meia direita em direção a pequena área, e Molão nem precisou subir para cabecear. Bola no cantinho direito de André e festa da enorme torcida tricolor no Egidio Pietrobelli.

Com o gol tomado não restou outra alternativa que partir pra cima em busca do segundo tento. No desespero, o time iguaçuano perdeu duas chances incríveis nos pés de Tamandaré e Moscatelli.

Final no Egidio Ricardo Pietrobelli: Iguaçu 1 x 1 Operário Pilarzinho. A equipe operariana decide pela primeira vez, desde a sua fundação, a divisão principal do futebol amador curitibano.

Ao Iguaçu restou o gosto amargo do empate, que lhe caiu com gosto de derrota.

Ficha Técnica

ESTÁDIO EGIDIO RICARDO PIETROBELLI – Butiatuvinha

Série A – Semifinal – Jogo de volta

IGUAÇU 1 x 1 OPERÁRIO PILARZINHO

Gols: Marcelo Moscatelli (IG.) e Molão (O.P.)

Árbitro: Murilo Ugolini Klein (regular)

Auxiliares: Weber Felipe Silva e Fabricio da Silva Martins (regulares)

Público: excelente (em torno de 2000 pessoas)

IGUAÇU: André, Mérci (Laercio), Douglas(a) e Emerson, Everson(a), Zé Nunes, Rodrigo Batatinha (Marcelo Moscatelli), Nilvano (Junio) e Marabá, Altair e Marcelo Tamandaré – Técnico: Juninho

OPERÁRIO PILARZINHO: Jura, Patrick, Tiago Gbur(a), Willian Maluco (Tiago Batista) (Thiago Piotto) e Cristian, Robson Barone(exp), Molão, Bitoca e Thiago Oliveira, Vá e Tomas (Willian Pablo)(a) – Técnico: Peterson Freitas

Fonte – Futebol Amador PR

Vídeo de congraçamento dos atletas, comissão técnica e dirigentes ao final do jogo.